Mais uma das fontes de informacao que, como tudo no mundo da computacao, nao sao 100% confiaveis, mas sao exaustivamente compiladas.

sexta-feira, 11 de dezembro de 2009

36 caças e 1 segredo

O post de hoje não tem nada a ver com computação, mas até que tem a ver com tecnologia.
Como aficcionado militar e bélico de plantão decidi postar aqui sobre a licitação de renovação da frota de caças aéreos (dogfighters) que o Brasil está fazendo desde o ano passado.
Na disputa estão o Gripen NG da Suécia, o Rafale da França e o F-18 dos EUA. Onde está a Rússia nesta história? Para quem não lembra, há muito tempo atrás (2001) o governo FHC preparou uma licitação para a compra de 12 caças. Chegou 2002 e o governo decidiu que como era o último ano do mandato, o governante seguinte iria cuidar da licitação. Lula chega ao poder, a licitação continua, em 2004 é declarado o vencedor, o Sukhoi 35, o mais recente modelo de caças Sukhoi de qualidade excelente. Então Lula diz que não vai gastar bilhões quando existe gente passando fome no Brasil e que esse dinheiro será usado para financiar o Programa Fome Zero. Resultado? Sem caças e o programa Fome Zero até hoje espera ser inaugurado.
Avancemos para o fim de 2008. O governo comemora os enormes campos de petróleo encontrados debaixo da camada de pré-sal perto do Rio e voltam a se preocupar com a defesa da soberania brasileira. Ao invés de comprarem o Sukhoi 35 que havia vencido a licitação anterior, eles lançam uma nova licitação e o Sukhoi é cortado logo de cara. Motivo? Bem, eu não sou adepto de teorias de conspiração, mas dizem que o governo americano fez pressão para que o Brasil não comprasse a tecnologia russa (que é capaz de derrubar aviões e navios americanos).
O resultado da licitação é anunciado para julho. Chega Julho e Jobim empurra para agosto, chega agosto e Jobim empurra para setembro... E assim vai até que Jobim finalmente anuncia para janeiro do ano que vem? Querem apostar quanto que quando janeiro chegar Jobim irá anunciar o resultado para fevereiro até que finalmente a compra não irá mais se realizar? Enfim, é capaz que no dia que Chávez declarar guerra a Colômbia ou vice-versa, Lula e Jobim ainda fiquem protelando.

4 comentários:

  1. Mais uma das palhaçadas do governo brasileiro... as nossas forças armadas são tão ridículas que até a venezuela tem mais efetivo que o Brasil... essa técnologia vai fazer falta muito em breve...

    ResponderExcluir
  2. Paranóia não é distúrbio psíquico, é um modo de vida. Só assim pra lembrar dos Sukhoi e bolar essa teoria.

    E eu aposto que a decisão sobre os caças fica pro próximo governo. Esquerdistas não se importam com defesa de território e liberais só se preocupam com isso se houver porcentagem no lucro das fábricas.

    Falows.

    PS.: Cadê os detalhes sobre a transferência de tecnologia? Os russos iam topar?

    ResponderExcluir
  3. Em 2004 a transferência de tecnologia não era uma obrigação. Mas assim, a única tecnologia que importa de fazer transferência de fato é o software usado no avião. Porque o avião mesmo, é só fazer engenharia reversa e copiar depois.

    ResponderExcluir
  4. Eu piloto um caca desse facil. Sou um piloto mundialmente renomado em Battlefield 2.

    ResponderExcluir

Ocorreu um erro neste gadget